Ao cozinhar, cante e sorria, o seu estado de alma vai energizar a sua cozinha mágica. Cozinhe com amor, com um sorriso de orelha a orelha, coloque uma pitada de música e mexa o caldeirão enquanto dança. Eleve os seus encantamentos ao céu e faça da arte de cozinhar uma magia alegre de encantar.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

PATÊ PARA PROSPERIDADE



INGREDIENTES:

• 3 dentes de alho;
• 3 cenouras raladas
• 5 colheres de maionese mas se preferir, pode usar uma ricota pequena
(tomilho, sal, alecrim e manjericão à gosto ou salsa e cebolinha).


MODO DE PREPARO

Refogue as cenouras raladas com o alho e os temperos, mexendo sempre com a colher de pau em
sentido horario.
Aproveite esse instante para visualizar a transformação na sua vida financeira.
Deixe esfriar, acrescente a maionese e sirva
com fatias de pão ou torradas, para as pessoas que voce deseja ver prosperando.

OUTRA FORMA DE PREPARO

Bater no liquidificador a cenoura crua, o alho, a ricota e as ervas... e pronto!
Simples assim!

Faça sempre em lua crescente ou cheia.
Bom apetite !!! e muita prosperiadade.


sábado, 28 de julho de 2012

COMO FAZER E CONSAGRAR SUA VASSOURA


O festival celta de Imbolc é um período de purificação e também é uma época ideal para confeccionarmos uma vassoura, mas você pode confeccioná-la quando quiser. Ela servirá para varrer tanto fisica como energeticamente as energias no local do ritual, além, é claro, de varrer de impurezas a sua casa. Em Mabon e em Samhain é costume preparar uma nova Vassoura.
Se deixada sobre a entrada de uma casa, ela "varre" todas as energias negativas que forem “lançadas” para a casa ou para alguém que more nela. Se colocada embaixo do travesseiro, ela traz bons sonhos e protege o sonhador.
As bruxas européias foram relacionadas a este objeto por causa da persiguição imposta aos praticantes de magia que diziam vê-las voando em suas vassouras. Fato  que ainda nos dias atuais segue sendo explorado  em filmes, desenhos e pelo próprio folclore criado acerca do tema.
Mas as vassouras eram utilizadas pelos praticantes da arte para purificar simbolicamente o local onde os rituais eram praticados e também nas danças rituais em que elas percorriam um círculo imaginário, dançando e realizando o ato de varrer o ar. Daí talvez tenha surgido a idéia de voar em vassouras.
O fato é que a vassoura é para aqueles que praticam a Arte um objeto de purificação que ajuda a limpar o ar das impurezas ou de energias acumuladas com o passar dos dias.
Agora você aprenderá como fazer a sua e torná-la uma ferramenta mágica necessária para a realização de seus rituais. Daremos aqui, duas sugestões:

Material:
1 vassoura feita de madeira e palha
Fitas de 30 cm nas cores branca, vermelha e preta.
3 ramos de tomilho (de 15 cm de comprimento)
3 ramos de lavanda (de 15 cm de comprimento)
3 ramos de sálvia (15 cm de comprimento)
Óleo aromático de cedro
1.Reúna todos os elementos que necessários e trace o círculo em torno de seu altar e chame os guardiães feéricos
2.Faça uma trança com as três fitas e em seguida faça um nó em cada extremidade enquanto diz;
"Um, dois, três, que os seres feéricos venham de uma vez".
3. Use a trança de fitas para atar os ramos de tomilho, lavanda e sálvia. Enquanto o faz, chame os seres feéricos que trabalham com o tomilho, da lavanda e da sálvia para que emprestem sua energia espiritual para proteger seu lar de qualquer mal e de energias não desejadas. Diga:
Seres feéricos do tomilho, peço proteção e bênçãos.
Seres feéricos da lavanda, peço proteção e bênçãos.
Seres feéricos da sálvia, peço proteção e bênçãos.
 4. Agora pense em um nome para dar para sua vassoura mágica. Isso lhe dará maior poder. Utilize o óleo de cedro para escrever o nome na vassoura no cabo de madeira com letras, runas ou outros símbolos mágicos. Faça-o três vezes. Cada vez que escrever o nome, diga:
-"Consagro essa vassoura (diga o nome) aos seres feéricos e protetores..
Que assim seja!
5. Dando prosseguimento, coloque-see no centro do teu Círculo Mágico. Avance no sentido horário usando tua vassoura mágica pra varrer do centro para fora. Isso significa que varrerás um círculo completo, de dentro até fora. Cada movimento que fizer para varrer, vá imaginando que a área está sendo limpa de todas as energias não desejadas. Diga:
Bendita seja vassoura mágica, varre para fora todo o mal,
 varre para fora todas as energias nocivas,
varre para que saia do círculo, de meu lar e de minha vida.
6. Agora coloque-se no meio do círculo e comece a varrer para dentro toda a energia positiva e protetora. E enquanto faz, diga:
Bendita seja vassoura mágica, varre para dentro o amor,
varre para dentro as energias positivas, varre para dentro a alegria,
 varre para dentro do círculo, do meu lar e de minha vida.
Deixe sua vassoura mágica do lado esquerdo (lado da Deusa) de seu altar quando não a estiver usando. Coloque a vassoura sempre apoiada sobre o cabo, com a palha para cima. A vassoura mágica jamais poderá ser usada para varrer a casa, ela só pode fazer parte das atividades mágicas.
Há muitas Bruxas que colecionam vassouras, e sem dúvida há uma variedade de materiais exóticos utilizados em sua confecção.
Se desejar, pode fazer sua própria vassoura mágica utilizando um cabo de freixo, galhos de bétula amarrados com ramos de salgueiro. O freixo é protetor, a bétula purificante e o salgueiro é sagrado à Deusa.
Você poderá usar qualquer galho para fazer o cabo de sua vassoura, mas ao cortá-lo não esqueça de agradecer a árvore pelo sacrifício.
Nos antigos casamentos escravos na América, assim como as núpcias Ciganas, o casal geralmente pulava ritualmente por sobre uma vassoura para solenizar sua união. Tais casamentos eram comuns até tempos recentes, e ainda hoje os casamentos Wiccanos e pagãos incluem um pulo por sobre uma vassoura.
Outra forma de fazer, é usando o Salgueiro que é “a árvore sagrada dos celtas” e é tradicionalmente a madeira usada para se fazer a vassoura. No entanto, qualquer madeira que lhe tenha um significado especial pode ser usada.
Além do cabo da vassoura, você precisará de:
- ramos e folhagens (pode ser também de salgueiro, ou de algumas ervas como arruda ou louro); essa da foto ao lado, é de lavanda e alecrim
- pincel e tintas coloridas;
- fitas coloridas;
Pinte o cabo da vassoura da maneira que quiser. Seja criativo(a); utilize cores e símbolos da maneira que achar melhor para você. Você pode pintar o cabo nas cores branca, preta e vermelha, que são as cores que representam as três faces da Deusa. Deixe um dia secando.
Faça uma trança com as fitas que você escolheu. No dia seguinte, amarre as folhas ou folhagens em uma das pontas do cabo e prenda-as com as cordas trançadas.
Depois que a vassoura estiver pronta, você deve consagrá-la. Para isso, acenda um incenso de sua peferência e passe toda a vassoura pela fumaça, dizendo:
Eu te consagro pelo elemento ar.
Em seguida, passe a vassoura pelas chamas de uma vela vermelha e diga:
Eu te consagro pelo elemento fogo.
Respingue um pouco de água na vassoura e diga:
Eu te consagro pelo elemento água.
Toque o cabo da vassoura em um pires de sal, dizendo:
Eu te consagro pelo elemento terra.
Sua vassoura está consagrada e pronta para ser usada. Para limpar os lugares apenas energeticamente, varra a casa sem encostar a vassoura no chão, apenas simbolicamente, enquanto isso, mentalize todas as energias ruins sendo varridas de sua vida. Você também pode repetir este procedimento dentro do círculo ritual.
A vassoura pode ser usada para proteger a sua casa, bastando colocá-la atrás da porta principal.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

A VASSOURA DA BRUXA



Bruxa sem vassoura não é bruxa de verdade, isso não constitui uma novidade. Bruxas européias foram acusadas de voar em suas vassouras, e isso era considerado uma aliança com "forças demoníacas". Se tal feito fosse possível, seria realmente sobrenatural e, talvez bem demoníaca aos olhos de todos, contrastando com as simples curas e encantos de amor realmente praticado por nós Bruxas. Obviamente, esse mito foi criado pelos perseguidores das Bruxas.
A vassoura é um instrumento de poder da Bruxa utilizada para propósitos de proteção e purificação. Ela serve para varrer todas as energias negativas do espaço ritualístico, para favorecer as visitas dos seres fééricos e das Deusas, assim como para nossa própria proteção, devemos deixar sempre nosso espaço sagrado bem limpo de energias danosas. A vassoura mágica também serve para realizarmos viagens astrais ao reino das fadas. Essa é uma das prováveis explicações para as pessoas acreditassem que as Bruxas voassem em suas vassouras.
Ao contrário do que muita gente acredita, a vassoura não é o instrumento de transporte de bruxas. As bruxas e bruxos não usam suas vassouras para voar nem seus caldeirões para fazer cozidos de dragão ou sopa de sapo, mas estes instrumentos são utilizados nos rituais e feitiços, além do seu uso comum no dia a dia.
A função da vassoura é eliminar os maus fluidos, as energias negativas do ambiente. Por isso ela nunca toca o chão quando usada para limpar um ambiente. Deve ser feita com ervas, que seguindo a tradição, devem ser escolhidas entre ramos de louro, arruda, manjericão, alecrim, alfazema. Pode-se colocar todas as ervas ou suas preferidas. Coloque-as em feixe e amarre-as em volta de um longo galho seco de qualquer espécie. Você pode ainda acrescentar flores secas como sempre-vivas, camomila e ainda eucalipto.
A vassoura doméstica original era feita com um punhado de planta amarrado ao redor de um cabo. Com o passar do tempo, os cabos das vassouras passaram a ser feitos com materiais mais duráveis, e a combinação comum era de galhos de bétula para a escova, estaca cinzenta para o cabo e salgueiro de vime para amarrar. Mas isso variava bastante de região para região. Em outros lugares, as madeiras tradicionais são os ramos de carvalho para os galhos, nogueira para o cabo e bétula para amarrar.
Todas essas plantas e árvores são cheias de significados mágicos e sagrados, aparecendo inclusive no alfabeto das árvores druidas (Ogham). Claro que isso é uma mistura total de culturas, mas os bruxos modernos têm todas essas informações disponíveis e podem usá-las em suas práticas, se seguirem uma linha mais eclética.
A vassoura está presente na sabedoria folclórica de diversos países e culturas, dos romanos aos chineses. A constante aparição possuía na verdade um significado fálico. Coisas que são símbolos de sexo são símbolos de vida e coisas boas, por isso muitas vezes a vassoura é utilizada para afastar o mau-olhado ou pessoas indesejadas.
Em um artigo de Charles G. Leland e Albert Barrére (”A Dictionary Of Slang, Jargon and Cant”), nos é dito que um termo de gíria de antigamente para um pênis artificial era um “cabo de vassoura”, e as genitais femininas eram conhecidas vulgarmente como “a vassoura”; “Dar uma escovada” era o mesmo que ter relações sexuais.
A vassoura pode ser vista como nada mais nada menos que a própria representação do rito sexual, com o cabo (pênis) ligado ao tufo (vagina). Essa definição provavelmente é muito antiga, especialmente se analisarmos o mito de “bruxas voando em vassouras”. Há uma teoria bastante provável de que as bruxas, para abençoar as colheitas (em um ritual de fertilidade), pulavam sobre vassouras à noite nos campos. Quanto mais alto se pulasse, maior a bênçãos da fertilidade. Além de tudo, era mais divertido.
Uma teoria como essa pode ser ou não verdade, mas o fato é que faz bastante sentido. Algumas pessoas devem ter visto essa cena se repetir e espalhou-se que as bruxas “voavam” em suas vassouras. Todo o rito de fertilidade, o simbolismo sexual da vassoura, os festivais da colheita e as bruxas. É muito mais razoável do que simplesmente dizer que elas voavam mesmo em vassouras.
Uma forma muito simples de usar sua vassoura magicamente é varrendo uma área cantando algo sobre purificação e visualizando a limpeza astral do lugar. Isso irá purificar todo o espaço e trazer tranquilidade ao ambiente.
Realmente não podemos nos separar dela.

terça-feira, 24 de julho de 2012

MAGIA DA COZINHA DA BRUXA

Encantamento da Bruxa de Cozinha



Este encantamento é de origem Italiana, passada por gerações e que sobreviveu integral, sem modificações.
Na culinária italiana, as bruxas (stregas) sempre usaram tanto o sal (grosso ou refinado) como o açúcar em quase todas as receitas.
Certas de que ambos iriam ser usados nas comidas, as Bruxas deixavam antecipadamente "mandrakados" estes dois itens e prontos para temperar seus pratos.
Em dois potes adequados para cada um, eram despejados quantidades que duravam no mínimo um mês, coincidindo assim, com cada Lua Cheia do mês.

Vamos ao encantamento:
Coloque o sal em um pote, reserve;
Agora o açúcar em outro pote, reserve…
Em uma noite de Lua Cheia, posicione um pote ao lado do outro e entre eles uma vela pequena branca.
De preferência à luz do luar.
Acenda a vela, posicione uma mão em cada um dos potes (imposição das mãos) e diga;

“Senhora e Amada Deusa,
Peço sua presença e benção,
Cercada de elementais e guardiões,
Consagre estes elementos,
Para que tenham poderes e energias,
Assim, ao cuidado da Lua,
Se transformarão em Pó Encantado,
E ao alimento temperado,
Por eles poder será dado!
Que Assim Seja,
E Assim Será!!!”

Pronto…
Seu sal e seu açúcar estão mandrakados.
Deixe a vela queimar até acabar.
Faça quantidade que você usará em um mês, assim em toda Lua Cheia você mandraka seus temperos.
Ah, sim…
Ao utilizar ambos, se puder use um pouco em pitadas, e quando for salpicar diga algo mágico, com entonação. Pode ser uma palavra, tipo saúde, ou prosperidade, enfim, diga com poderes ok!

COMO CUIDAR DOS CRISTAIS

A Magia dos Cristais



A energia das Pedras

Os cristais possuem muita força e são usados para muitas finalidades, como energização, cura e proteção.
Existem muitos tipos de cristais e cada um deles é utilizado com propósitos diferentes.
Seu primeiro cristal deve ser simples, pequeno e transparente, e na hora da compra, segure-o entre suas mãos e se sentir uma sensação como formigamento ou esquentar as palmas, ele é ideal para você.
Agora você precisa limpá-lo e energizá-lo!
Lave-o bem e deixe-o de molho em água com um pouco de sal grosso por um dia, e depois deixe-o secar ao sol e ao luar por mais um dia.
Anéis, pulseira ou colar com pedras devem ser lavados semanalmente em água corrente para tirar a oleosidade do corpo e ao mesmo tempo, livrarem-se das influências negativas que a pedra retém.
Após alguma discussão em sua casa lave seus cristais e suas pedras em água corrente deixando-as ao sol para secar.
Sempre que um estranho tocar na pedra, ela deverá ser lavada com água corrente e sal e secar ao sol.
Os cristais dentro de casa são utilizados como protetores de ambiente e equilibrador de energias.
Junto ao corpo protegem contra vibrações negativas ou para dar solução satisfatória à um problema. Para isso é necessário desenvolver a sensibilidade; mentalizar sensações positivas e manter uma relação de amizade com o cristal.
A troca de energias entre o cristal e a nossa mente produzirá a neutralização das vibrações negativas e nos auxiliará em nossas necessidades.

Algumas características dos cristais:

Cristais para Limpeza e Energização:
Da alma: ametista, calcita azul
Da aura: cristal fumê
Do ambiente: cristal, turmalina negra
Do corpo: cristal, turmalina negra
Do espírito: cristal, lápis lazuli, turmalina negra

Cristais para Proteção de:
Acidentes: esmeralda, turmalina negra
Bloqueios espirituais: turmalina negra
Magia: ônix, turmalina negra, turmalina quartzo
Doença: quartzo verde
Energias negativas: calcita verde, hematita, jaspe indiano, turmalina negra
Mau olhado: olho de tigre, turmalina negra
Maus espíritos: jaspe indiano, turmalina negra
Obsessão: turmalina negra
Pesadelos: calcedônia
Sofrimentos da alma: turmalina negra
Todos os males: todas as cores da ágata, olho de tigre, ônix, turmalina negra

Cristais para Desenvolvimento de:
3ª visão: ametista, sodalita, lápis lazuli
Capacidade de meditação: ametista, cristal fumê
Capacidade de atrair os seres de luz: ametista, calcita azul
Capacidade de prever o futuro: ágata musgo, jaspe, sodalita
Verdade interior: ametista
Amor fraternal e compaixão: quartzo rosa
Clareza de pensamento: cristal, ametista, sodalita
Compreensão: labradorita, esmeralda, fluorita, sodalita
Desapego: cristal fumê
Disciplina: lápis lazuli, ônix
Energia positiva: cristal
Equilíbrio: cristal fumê, quartzo azul, turmalina
Espiritualidade: ágata lilás, ametista, topázio imperial
Harmonia: quartzo azul, turmalina, unaquita
Intuição: ametista, lápis lazuli, olho de tigre, sodalita

TALISMÃ DA PEDRA PODEROSA

A Pedra Poderosa da Bruxa




- Criando sua Pedra Mágica -

Uma das coisas que toda bruxa tem é um amuleto ou um talismã.
Além de acreditar que sua pedra é poderosa, você precisa ativar este poder para que ela se torne um talismã com energia para te proteger.
Com este ritual você pode transformar uma pedra em um talismã para atrair sorte e proteção.
Escolha uma pedra bonita que lhe atraia, pode ser comprada ou achada, e lave-a em água corrente.
Depois seque-a bem e, em uma noite de Lua Cheia, segure-a nas mãos e diga:

“Pedra da beleza, preciosa beldade,
Você agora está consagrada.
Ajude-me, pedra, nas dificuldades.
Garanta uma vida abençoada.
Cumpra meu desejo e me proteja,
Que Assim Seja”.

Deixe a pedra em seu altar ou carregue-a sempre com você.
Em cada Lua Cheia, lave-a com água e sal para purificá-la.
Ou deixe-a dormir ao relento depois de lavada, e durante o dia deixe-a tomar um pouco de sol.


segunda-feira, 23 de julho de 2012

A MAGIA DAS PLANTAS PROTETORAS

Como ter a Magia das Plantas Protetoras em casa

Ter a casa cheia de plantas é sempre bom, se tiverem fama de protetoras, melhor ainda. não é questão de esoterismo ou superstição, mas até a Nasa e a Sociedade Americana de Horticultura já fizeram pesquisas na área, e é fácil ver que um local sem plantas, iluminação e ventilação naturais tem mesmo um clima mais pesado.
É só verificar, como um vasinho de planta já muda o clima de uma mesa e como a gente fica mais calmo depois de mexer no jardim…
Segundo a pesquisa da Nasa, algumas plantas tem o poder de purificar naturalmente o ambiente onde são colocadas, removendo compostos tóxicos da atmosfera. A magia fica no ar…




Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisi):  Tem o poder de filtrar compostos tóxicos e como o nome diz, traz paz e harmonia para a casa, segundo Feng Shui. Não suporta sol direto nas folhas.



Aglaonema ou café-de-salão (Aglaonema commutatum): fica lindo em vasos, pode ser usado em vasos de interior, em varandas, gosta de solo rico em matéria orgânica e não suporta o sol forte direto nas folhas. Nativas de florestas densas, elas apreciam o calor e a umidade e possui energia elemental das matas.




Jiboia (Epipremnum pinnatum): Pode ser usado tanto como plantas pendente em vasos suspensos ou apoiada em suportes para subir, como troncos de árvores ou suportes de fibra de coco, ou ser plantada diretamente no solo como forração. Em vasos pequenos é uma excelente cura para banheiros, segundo Feng Shui.




Hera (Hedera helix): Também pode ser usada como planta pendente, apoiada em suportes, para revestir muros e paredes e como forração. Vai bem em meia sombra ou pleno sol.




Espada de São Jorge (Sanseveria trifasciata): tem fama de espantar mau olhado, de ser protetora espiritual, cresce bem rápido, quando ocupa todo o vaso é necessário fazer a troca para um maior ou dividir a planta. Tem também a variedade mini, ótima para arranjos de mesa.

Todas essas plantas acima possuem compostos tóxicos, é sempre bom lembrar: mantenha-as fora do alcance de crianças e animais domésticos.



Dinheiro-em-penca(Pilea Nummularifolia): Planta com ramagem delicada e folhagem ornamental, folhas sulcadas, rugosas e densas, lembram dinheiro; daí a origem do nome popular. Diz a Lenda que esta planta atraí fortuna…




Dracena (Dracaena marginata): arbusto que fica lindo em vasos, possui folhas verdes ou róseas, seus ramos podem ser curvados, torcidos, prefere pleno sol. Em interiores ela rapidamente fica fraca e perde as folhas. Em Feng Shui se usa para atrair longevidade.




Árvore da felicidade: (Polyscias fruticosa (fêmea) e Polyscias guilfoylei (macho)): Traz energia positiva para a casa, acredita-se que as espécies macho e fêmea plantadas em um mesmo vaso possam atrair felicidade aos moradores da casa. Embora seja muito comum em interiores, elas ficam bem mais bonitas quando mantidas em ambiente externo.



Samambaia (Nephrolepis exaltata): umidifica o ar e neutraliza compostos tóxicos, a samambaia gosta de muita luz mas não aprecia estar exposta aos raios solares diretos. Também gosta de humidade: regue-a regularmente sem deixar a água estagnar e vaporize a folhagem. Ela vai trazer uma sensação de realização no ambiente.


VASO 7 ERVAS - KIT TIRA MANDINGA



KIT TIRA MANDINGA
Uma das combinações mais tradicionais para a época é o vaso de sete ervas, composto por alecrim, arruda, comigo-ninguém-pode, espada-de-São-Jorge, guiné, manjericão e pimenta.
O vaso de 7 ervas que eu chamo "carinhosamente" de KIT TIRA MANDINGA, é também conhecido como Vaso de Bruxa ou Vaso de sete ervas.
O Vaso 7 Ervas é famoso por reunir plantas consideradas poderosas, que espantam as energias negativas e atraem sorte, prosperidade e bons fluidos.
Não existe uma regra rígida sobre quais são as sete espécies de plantas usadas na montagem deste vaso. A escolha das plantas pode variar dependendo da região do país, mas a versão mais usada é esta:
Arruda  (Ruta graveolens)
Comigo-ninguém-pode  (Dieffenbachia sp.)
Pimenta  (Capsicum annuum)
Espada-de-são-jorge  (Sansevieria trifasciata)
Manjericão  (Oncimum basilicum)
Alecrim  (Rosmarinus officinalis)
Guiné  (Petiveria alliacea)
Existe uma versão bem conhecida, que substitui o comigo-ninguém-pode pelo trevo-de-quatro-folhas (Oxalis deppei).
Escolha um vaso ou jardineira com espaço suficiente para acomodar as sete mudas. Forre o fundo com uma camada de cascalho ou cacos de telha. Faça uma segunda camada com areia, para facilitar a drenagem da água das regas.
Chegou a hora de colocar a mistura de terra preparada com: 1 parte de terra comum, 1 parte de areia e 1 parte de húmus de minhoca. Tudo muito bem misturado e incorporado. Espalhe a mistura de terra no vaso até pouco mais da metade da altura.
Retire as mudas da embalagem e ajeite-as no vaso. Complete com o restante da mistura de terra e faça uma boa rega, até que a água comece a escoar pelo furo de drenagem.
No início, seu Vaso 7 Ervas vai precisar ficar num local com boa luminosidade, mas longe do sol direto. Depois de 3 ou 4 dias, você vai precisar colocá-lo num local onde possa receber cerca de 6 horas de luz solar direta diariamente.
As regas devem ser cuidadosas: mantenha o solo sempre úmido, mas nunca encharcado. Procure regar sempre que a camada superficial estiver seca.
Para manter as plantas fortes e sadias, adube-as mensalmente, com húmus de minhoca ou com uma mistura de farinha de osso e torta de mamona.

PLANTAS PURIFICADORAS



1. Palmera de Bambu : Elimina formaldeído e também se diz que atua como um umidificador natural.
2. Espada de São Jorge: Serve para absorver os óxidos de nitrogênio y formaldeído.
3. Palmeira: Uma das melhores plantas de purificacão do ar para a limpeza do ar em geral.
4. Planta aranha: Grande planta de interior para eliminar o monóxido de carbono e outras toxinas e impurezas. Planta-aranha são uma das três plantas consideradas melhor dos casos da eliminação de formaldeído do ar.
5. Lírio de paz: este poderíamos chamar de "limpeza de todos." Frequentemente são colocados no banheiro ou lavanderia, uma vez que eles são conhecidos para a remoção de esporos de fungos. Também conhecido para eliminar formaldeído y el tricloroetileno (é um hidrocarboneto clorado comumente usado como um solvente industrial
6. Gérbera: No solo estas maravilhosas flores elimina o benzeno no ar, são conhecidos para
melhorar o sono ao absorver dióxido decarbono e emitem mais oxigênio durante a noite

domingo, 22 de julho de 2012

SOBRE AS PEDRAS



AS PEDRAS

As pedras possuem um espírito, um talento, um poder específico. Amplificam pensamentos, expandem a consciência, auxiliam nos processos de cura, protege de energias negativas.
Veja as propriedades de algumas:
Ametista: para meditação, tranquilizar os pensamentos, acalmar e trazer a paz. Ensinar humildade abrindo a mente para vibrações superiores.
Âmbar: é uma resina fossilizada. Para depressão, dores corporais, melhora o humor, protege crianças. Deve ser sempre limpado após uso.
Abalone: é uma concha. Utilizo-a na cerimônia de purificação e limpeza, representando o elemento água.
Água-Marinha: harmoniza ambientes, desbloqueia a comunicação, reduz o stress, estabelece ligação com a natureza, alegria nos relacionamentos.
Amazonita: reforça qualidades masculinas, acalma o sistema nervoso.
Cornalina: Conexão com a energia da Terra traz segurança, abre caminho para o novo, aumenta a motivação, estimula pensamentos.

Celestita: é usada para criar eloquência e promover compaixão pela Terra e nossos semelhantes. Serve para aliviar dores de cabeça e tensão, pois remove o estresse do corpo físico. Planetas: Vênus, Netuno. Seu elemento: Água. Poderes: compaixão, eloquência, cura
Crisocola: é a pedra dos terapeutas holísticos. Alivia os medos, para parturientes, atenua a tristezas e raivas, equilibra emoções.
Crisoprásio: introspecção. Abre para novas situações, problemas mentais, acalma, torna as pessoas menos egoístas.
Quartzo: reflete a pureza. É um coringa, usado para cura, para ampliação dos poderes xamânicos, é o mais utilizado nas suas diversas formas.
Quartzo Azul: aumenta o conhecimento sobre a espiritualidade
Quartzo Rosa: é a pedra do amor incondicional. Acalma as mágoas, equilibra emoções, atrai o perdão, o amor próprio, auxilia nos traumas de infância.
DICA: O quartzo rosa, pedra consagrada à Vênus, pode ser usada para fortalecer seu poder de sedução. Guarde-o em um saquinho vermelho e perfume-o com incenso ou essência de jasmim sempre que precisar.
Quartzo Fumê: Purifica chacra básico. Aumenta a esperança, trabalha a aceitação, o desapego.
Quartzo Verde: para a cura física (principalmente para o coração). Traz prosperidade. É conhecido também como aventurina.
Citrino: (atenção com ametista queimada) Liga-se com o Sol. Criatividade, dissipa emoções negativas, clarifica pensamentos, estimula a consciência cósmica.
Esmeralda: Para equilíbrio físico, emocional e mental. Para sabedoria, aumenta a capacidade psíquica, reforça e imunidade, traz renascimento. Não se aconselha a usar com outras pedras.
Granada: Informações de vidas passadas, paciência, amor e compaixão, coragem. Limpa pensamentos impuros
Lápis-Lazúli: Para clarividência, intuição. Relaciona-se com a mente, paz, espiritualidade, iluminação, amplia o poder pessoal.
Madeira Petrificada / fóssil: Para trabalhar regressão a vidas passadas, tem conexão com a terra e desperta a consciência ecológica.
Malaquita: A preferida dos xamãs da África. É a pedra de cura. Para proteção, para as crianças dormirem em paz, relaxamento.
Obsidiana: ajuda a esquecer amores antigos, aguça as visões, ajuda a liberar raiva, ensina o desapego. Deve-se conhecer bem a pedra antes de usá-la.
Pedra-da-Lua: desperta o lado feminino, sensibilidade, conecta-se com o subconsciente, acalma as emoções, traz paz de espírito.
Sodalita: Para mudança de atitudes, equilibra o metabolismo, compreensão intelectual, equilíbrio yin e yang, fortalece a comunicação, desperta a terceira visão.
Turmalina Negra: repele energias negativas.
Fenacita: trabalha com os chacras superiores. Conecta-se com energias angélicas.
Moldavita: harmonização com o Eu Superior, ajuda a dar "ground" equilibrando corpo e mente.

TALISMÃ PARA NEUTRALIZAR FEITIÇOS



Talismã para neutralizar feitiços
Melhor dia: segunda-feira ou terça-feira
Melhor lua: minguante ou Lua nova (3 dias ou mais após sua entrada)

Material necessário:

- 1 saquinho preto
- 1 turmalina negra
- 1 quartzo branco
- 1 obsidiana
- 1 pedra da lua
- 1 hematita
- 1 pedra olho de gato
- 1 granada
- mandrágora ou ginseng
- artemísia seca
- alfazema
- alecrim
- louro
- verbena
- erva doce
- 1 pentagrama pequeno de metal
- fita e linha preta

Procedimento:

Energize todas as pedras deixando-as 24h na água com sal, 24h em baixo da terra e 10 minutos no sol. Após energizá-las, peça aos Deuses que todos os malefícios e energias e energias negativas sejam afastados do seu caminho. E então, colocando pedra, por pedra no saquinho diga para cada uma:
Turmalina negra, para neutralização das energias negativas
Quartzo branco, para estabilidade
Obsidiana, para absorção das energias maléficas
Pedra da Lua, para poder e magia
Hematita, para combater as influências contrárias
Olho de gato, para proteção
Granada, para superação das dificuldades
Coloque então as ervas no saquinho, pedindo para que elas possam trabalhar energeticamente à seu favor, lhe protegendo. De 7 nós na fita preta pedindo proteção, coloque-a no saquinho e feche-o. Com a linha preta costure o pentagrama de metal do lado de fora, de forma que fique bem visível. Consagre magicamente este talismã.

sábado, 21 de julho de 2012

O BANHO DE MAR


O banho de mar é muitas vezes mais potente que o banho de sal grosso. Isso porque a água do mar possui elementos que o banho de sal grosso não possui (vitalizantes); além disso, temos o sol, que derrama suas energias depois que a pessoa se banha na praia.
Diferente do banho de sal grosso, que descarrega energias positivas e negativas, o banho de mar limpa nossa aura e a imanta de energias positivas. É um santo remédio.
Essa figura representa a natureza passiva dessa "energia", que recebe a todos de braços abertos, absorvendo com todo amor e carinho as energias negativas e doando, através do seu coração iluminado de luz, as poderosas energias que vem do alto.
Muitos ao ler este artigo dirão que nada sentiram antes, durante ou depois de mergulharem no mar. Reclamarão que nunca tiveram nenhum benefício "espiritual" por ter se banhado na praia.
Eu respondo com perguntas. Quantos ao entrar no mar buscaram se sintonizar com a maravilhosa energia viva que aí reside? Quantos entraram na água como crianças, que buscam o colo de uma mãe carinhosa, se entregando com confiança aos braços de uma matrona, que te abraça e abençoa? Quantos de nós já paramos e buscamos pensar que o mar não é só um monte de água salgada com ondas?
Sim, queridos, existe ali vida, em diversos planos. Desde dos pequenos elementais até os Devas. Os primeiros são os trabalhadores responsáveis por manter "viva" a vida marinha e os segundos são anjos que transformam as potentes energias que vêm do alto para benefício dos vegetais, animais e dos homens.
Podemos encontrar referência às poderosas energias do Mar no livro "Entre o Céu e a Terra", de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito André Luiz, no capítulo 5 - Valiosos Apontamentos :
"- O oceano é miraculoso reservatório de forças - elucidou Clarêncio, de maneira expressiva -; até aqui, muitos companheiros de nosso plano trazem os irmãos doentes, ainda ligados ao corpo da Terra, de modo a receberem refazimento e repouso".
No livro "Faz parte do Meu Show", de Robson Pinheiro, encontramos várias referências do benefício que os recém-desencarnados recebem ao se aproximar das praias.
No livro "Voltei", também escrito por Francisco Cândido Xavier, a equipe responsável pelo trabalho de ajuda aos recém-desencarnados faz os primeiros atendimentos na praia.
Antes de tomar o banho, sente-se na areia e busque a conexão com a mãe Terra (você está sentado na areia), olhe para o mar, admire sua beleza e busque entrar em contato com ele, entrando em uma faixa vibratória superior. Deixe que sua intuição lhe diga o momento certo de entrar no Mar. Entregue-se a ele como uma criança que se joga no colo da mãe, buscando ali uma fonte terna de carinho e amor. Não se preocupe em "sentir", concentre-se no ato de se limpar no banho de mar e tenho certeza que o universo fará sua parte.

O ANIL


ANIL. UMA ARMA ESPIRITUAL.

O nosso dia-a-dia é uma batalha, tanto física quanto espiritual, temos que vencer em vários sentidos da nossa vida. Mas para que a vitória aconteça, aquilo que há de ruim e de negativo em nossas vidas deve ser eliminado para que se abram os caminhos para a chegada de tudo aquilo que há de bom.
Todos nós seres humanos deveríamos conhecer o lado espiritual existente em nossas vidas e em tudo aquilo que há em nosso planeta.
Tudo existente aqui na terra não é composto apenas por matéria, e sim é composto por energia que alimenta essa matéria para que ela possua vida.





ANIL NA CASA.
A limpeza da casa feita com anil deve ser feita da seguinte forma:
* Encher um balde com água.
... * Se o anil for pedra, jogue apenas uma pedra ou duas no balde caso a situação espiritual esteja critica (de preferência um balde de 8 litros), então o anil vai dissolver na água, se for liquido, jogue um pouco de anil na água até que ela fique com uma tonalidade nem muito escura mais também não clara.
* Pegue dois panos limpos.
* Molhe o pano na água de anil do balde e passe por toda a casa.
OBS: DEVE-SE PASSAR O PANO COM ANIL POR TODA A CASA, NO CHÃO E PRINCIPALMENTE NOS RODA-PÉS DA CASA, NAS BATENTES DAS PORTAS, NO AZULEJO DA COZINHA E DO BANHEIRO. (LEMBRE-SE DE USAR UM PANO SÓ PARA PASSAR NAS VOLTAS DAS JANELAS E OUTRO PARA PASSAR SÓ NO CHÃO. NUNCA USE UM SÓ PARA TUDO).
AS MÁS ENTIDADES SÃO ATRAÍDAS PELAS BATENTES DAS PORTAS, LÁ ELAS GRUDAM E COMEÇAM A SUGAR A ENERGIA DAQUELES QUE PASSAM PELA PORTA. AS MÁS ENTIDADES GOSTAM TAMBÉM DE PERMANECER NA COZINHA E NO BANHEIRO DEVIDO O FATO DE QUE AS PAREDES AZULEJADAS TORNAM O AMBIENTE MAIS FRIO E ADAPTÁVEL PARA AS ENTIDADES NEGATIVAS, A COZINHA PRINCIPALMENTE, POIS AS ENTIDADES NEGATIVAS GOSTAM DE SE ALIMENTAR DA ENERGIA DOS RESTOS E DE RESÍDUOS DE ALIMENTOS.
* Limpe a casa sempre de dentro para fora. Desde os cômodos sem saídas em direção as portas de entrada e saída da casa. E o quintal sempre dos fundos para a frente.
* Após passar o pano com anil na casa, queime o pano ou lave-o bem em água corrente e bem fria.
O mau da humanidade é aprender as coisas, achar que sabe muito e esquecer da fé. Em tudo que se for fazer, deve-se ter fé, temos que acreditar, não basta apenas fazer. Se você faz algo por si mesmo, muitas vezes pode até dar certo, mas se você faz algo com fé, esse algo se torna maravilhoso!

COMO TOMAR O BANHO DE ANIL?

O Banho de anil é feito em vários passos:

* Encha um balde com água.
* Se o anil for pedra, jogue apenas uma pedra ou duas no balde caso a situação espiritual esteja critica (de preferência um balde de 8 litros), então o anil vai dissolver na água, se for liquido, jogue um pouco de anil na água até que ela fique com uma tonalidade nem muito escura mais também não clara.
* Tome um banho normal primeiro.
* Após o banho normal, pegue um recipiente pequeno do qual possa tirar a água de anil do balde e jogar no seu corpo.

 OBS: É IMPORTANTE LEMBRAR QUE NÃO SE DEVE EM MOMENTO ALGUM JOGAR ANIL NA CABEÇA. O MOTIVO PELO QUAL ISSO NÃO PODE ACONTECER É QUE NA NOSSA CABEÇA EXISTE O 7º CHAKRA CONHECIDO COMO CHAKRA CORONÁRIO. A FUNÇÃO DO ANIL É TAMPAR OS CHAKRAS DO CORPO PARA QUE AS MÁS ENTIDADES NÃO TENHAM ACESSO A VOCÊ E NÃO TE FAÇAM MAL.
O CHAKRA CORONÁRIO É O CHAKRA RESPONSÁVEL PELA SABEDORIA, É ELE QUEM NOS CONECTA  AO PLANO DIVINO. CASO ESSE CHAKRA ENTRE EM CONTATO COM O ANIL, ELE IRÁ SE FECHAR. A CONSEQÜÊNCIA DISSO É QUE NEM MESMO OS ANJOS E AS BOAS ENTIDADES VÃO CONSEGUIR CHEGAR ATÉ VOCÊ.
POR ESSE MOTIVO TODO BANHO FEITO DE ANIL E DE SAL GROSSO DEVE SER FEITO DA BASE DO PESCOÇO PARA BAIXO SEM CONTATO ALGUM COM A CABEÇA.
* Enquanto se banha com o anil é importante se ter fé e fazer uma oração de proteção. Não importa a oração, cada pessoa faz aquela oração que achar mais forte.
* É recomendável que deixe o anil secar um pouco no corpo antes de sair do banheiro, caso se seque com a toalha, coloque a toalha para lavar em água corrente imediatamente.

TAÇAS DE CHOCOLATE COM PIMENTA

MAIS UMA DELÍCIA



INGREDIENTES
150ml de creme de leite fresco
100ml de leite
1 colher (chá) de essência de baunilha
1/2 colher (chá) de pimenta da Jamaica
1 pimenta malagueta
1 ovo
200g de chocolate meio amargo bem picado
8 potinhos de 60ml (ou copinhos)


MODO DE PREPARO
Numa panela em fogo médio aqueça o creme de leite fresco com o leite, a essência de baunilha, a pimenta da Jamaica e a pimenta malagueta, por 3 minutos.
Transfira a mistura quente para um liquidificador e com ele ligado acrescente o ovo e o chocolate meio amargo bem picado e bata bem por 2 minutos até ficar homogêneo.
Distribua este creme em potinhos e leve para geladeira por no mínimo 6 horas ou de um dia para o outro. Decore com uma pimenta malagueta e sirva gelado.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

TRUFAS DE CHOCOLATE COM PIMENTA


Ingredientes:
40 g. de margarina
30 g. de mel
200 g. de creme de leite fresco
500 g. de chocolate ao leite
500 g. de chocolate meio amargo
3 pimentas dedo de moça ou jamaicana
½ casca de laranja
Anis, cravo canela à gosto
3 colheres (sopa) de pimenta rosa

Modo de Preparo:
Ferver o creme de leite fresco com a casca de laranja e a pimenta, quando estiver fervendo coloque sobre o chocolate picado e misture até derreter. Coloque em forma forrada com papel manteiga e deixe endurecer por 30 minutos. Depois corte em quadradinhos e passe no chocolate amargo. Deixe endurecer e enrole em papel celofane e coloque etiqueta de trufas de chocolate com pimenta.

CHOCOLATE COM PIMENTA



A nossa receita escolhida de hoje é um brigadeiro picante!
A combinação do chocolate com pimenta é bem interessante e diferente.
A pimenta é um ingrediente que, além de muito aromático e saboroso, tem
propriedades bastante interessantes.
 Acelera o metabolismo, agilizando o emagrecimento,

tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Também melhora dores de cabeça e enxaquecas.

E o chocolate... É aquela gostosura de sempre!

Ingredientes:
             80 g de pimenta dedo de moça sem semente(s)
             1 unidade de maçã sem semente(s)
             1/4 de xícara (chá) de vinagre branco
             3 unidades de cravo-da-índia
             3 unidades de canela em pau
             2 xícaras (chá) de água
             2 xícaras (chá) de açúcar
             1 lata de leite condensado
             3 colheres (sopa) de chocolate em pó
             1 colher (sopa) de manteiga
             1 colher (sopa) de rum

Modo de preparo:
Leve para ferver a maçã, a pimenta, o vinagre, o cravo, a canela e a água, até que a maça fique bem mole. Ainda quente bata no liquidificador  por alguns minutos, coe bem e coloque o liquido numa panela, acrescente o açúcar e uma pitada de sal, deixe ferver até ponto de geleia. Reserve. Faça um brigadeiro colocando numa panela o leite condensado, o chocolate e a manteiga, vá mexendo em fogo baixo deixe cozinhar até ver o fundo da panela. Tire do fogo e adicione um pouco de rum. Coloque num prato untado com manteiga e deixe esfriar. Unte as mãos e modele os brigadeiros, envolva em granulados de doce de leite ao invés do de chocolate e deixe secar ou leve a geladeira para endurecer um pouco. Com o auxilio de um palito para churrasco unte com manteiga a ponta mais grossa e faça um furo largo no centro do brigadeiro, com auxilio de 1 colher (café) e com a ponta do palito de churrasco, coloque uma porção de geleia de pimenta no brigadeiro. Sirva.